5 passos para organizar uma festa infantil

Desde as mais luxuosas até as mais simples, organizar uma festa infantil é sempre um momento único para expressar o seu carinho e festejar mais um ano de vida do seu filho.

No entanto, com a euforia do momento e a quantidade de providências necessárias, muitos pais acabam se atrapalhando na organização. Para que isso não aconteça com você, montamos um roteiro com dicas práticas para realizar uma comemoração memorável! Vamos lá?

1. Elabore a lista de convidados

O planejamento da festa deve começar sempre pela lista de convidados. Ter em mente o número de pessoas que serão convidadas é o ponto de partida para definir questões como o espaço, a quantidade de comida e o tipo de entretenimento necessário para a ocasião.

Não é incomum ver festas infantis com muito mais adultos do que crianças. Isso acontece porque existe um protocolo implícito de que os anfitriões devem convidar não apenas a criança, como também os pais.

Essa prática pode elevar os custos da festa e descaracterizar o objetivo da comemoração. Uma boa opção é contratar um grupo de recreadores infantis. Assim, você terá entretenimento e supervisão responsável durante toda a festa.

2. Defina o local

Escolher o local para uma festa infantil não costuma ser um problema — normalmente, as crianças não ligam para detalhes ou status, elas só querem mesmo é se divertir. Além disso, existem ótimas casas de festas equipadas para receber a garotada. No entanto, se você está pensando em economizar, considere o salão de festas do prédio como uma opção.

Outra boa ideia é fazer a festinha na escola ou curso que o seu filho frequenta. Procure a coordenação da instituição e analise tal possibilidade. Além de economizar com a locação do espaço, certamente você não falhará na hora de convidar os coleguinhas. Afinal de contas, a turma toda estará lá.

3. Crie um cardápio apetitoso

Você já tentou parar uma criança no meio de uma festa infantil para alimentá-la? Já viu pais correndo com pratinhos atrás dos seus filhos em confraternizações? Provavelmente sim, já que são cenas muitos comuns. O fato é que despertar o apetite da criançada é uma tarefa árdua, que sempre desafia os pais.

Por isso, crie um cardápio simples e atrativo. Aposte em comidas práticas, como lanches, pipocas, tortas, picolés e sucos. É importante que eles estejam acessíveis para que as crianças possam escolher o que desejam comer de maneira natural e sem pressão.

Leve em consideração também a sua lista de convidados. Procure saber com os pais se alguma criança tem alguma restrição alimentar. Em caso positivo, providencie uma opção que atenda esse público.

Afinal de contas, por mais consciente que a criança esteja a respeito das suas próprias limitações, ela também merece se alimentar de maneira gostosa e saudável, não é mesmo?

4. Invista em entretenimento

Toda festa infantil que se preze tem que ter bagunça e agitação! Se você não tem jeito ou paciência para liderar atividades recreativas, contrate um grupo especializado em recreação.

Esses profissionais geralmente cobram por hora, mas você pode fechar um pacote por meio período por um preço muito convidativo. Considere também investir no aluguel de brinquedos como piscinas de bolinhas ou camas elásticas, que sempre garantem muita diversão para a garotada.

Se a grana estiver curta, convide aquela tia ou aquele primo engraçado que sempre garantem boas risadas nos eventos da família. O importante é manter os pequenos ocupados, supervisionados e felizes.

5. Aposte em lembrancinhas úteis

A sacolinha surpresa está caindo em desuso, mas nem por isso a prática de oferecer uma lembrancinha na saída da comemoração foi esquecida. Quer ser lembrado? De algo útil, que poderá ser usado no dia a dia.

Aposte em estojos, porta-trecos ou uma caixa de lápis de cor personalizada. Não se esqueça de que as lembrancinhas devem ser destinadas às crianças, e não aos pais. Por isso, nada de dar ímãs de geladeiras ou outros itens que agradam os adultos!

Seguindo essas dicas simples, fica muito mais fácil organizar uma festa infantil que fique para sempre gravada na memória das crianças! Gostou das nossas dicas? Então não se esqueça de compartilhar o post nas suas redes sociais para ajudar outras mães nesta tarefa!

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This