Brincadeiras para fazer com as crianças nas férias

Quando chega as férias das crianças sempre vem a questão, o que fazer para entreter os pequenos durante esse tempo.

Às vezes a falta de dinheiro não permite que sejam feitos passeios constantes e as crianças acabam ficando entediadas.

Mas existem diversas opções de atividades que podem se feitas em casa, para divertir as crianças sem gastar muito.

Essas brincadeiras aproximam as crianças dos pais e estimula o desenvolvimento de algumas habilidades.

Como coordenação motora, socialização, fala, agilidade de pensamento, tudo isso contribui para o crescimento da criança.

As ideias vão desde uma tarde de videogame até piquenique no parque, por isso não vai faltar diversão nas próximas férias.

Quebra cabeça:

Os quebra cabeças são ótimos pois estimulam a capacidade de pensar da criança e sua percepção e agilidade.

Existem diversas opções de quebra cabeças no mercado e a escolha deverá ser feita de acordo com a idade da criança.

Para crianças menores escolha temas mais coloridos que despertam o interesse em conhecer o resultado final do brinquedo.

Já para crianças maiores você pode escolher versões maiores, tudo vai depender da familiaridade da criança com o quebra cabeça.

Dama:

A dama é um jogo antigo que estimula a capacidade de concentração dos jogadores e também a agilidade de pensamento.

Esse tipo de jogo deve ser estimulado na criança desde pequena para que ela tenha um bom desenvolvimento de raciocínio.

Basicamente a dama é um jogo de estratégia, onde dois jogadores disputam quem tira todas as peças do adversário.

Para isso é preciso conseguir pular a peça do oponente na diagonal e usando apenas os quadrados pretos do tabuleiro.

Se você não tiver um jogo de damas em casa, pode fazer o seu de forma bem simples, basta criar o tabuleiro e as peças.

Pintura:

Incentivar o hábito da pintura desde a primeira infância ajuda muito no desenvolvimento motor da criança.

O conhecimento das cores e a vivência de ver a formação de novas cores desperta o interesse pelo mundo.

Também pode ajudar a despertar o interesse, desde cedo pelas artes, além de trabalhar a concentração e a coordenação motora.

Você pode administrar esse momento de duas maneiras, uma é deixando a criança livre para pintar o que quiser.

E a outra é através da escolha de temas junto com as crianças e incentivando a tentar reproduzir a imagem.

Essa é uma atividade bem barata pois só precisa de folhas, tinta guache e pincel.

Boliche:

O boliche está entre as brincadeiras que as crianças mais gostam e ainda ajuda na coordenação motora.

O jogo é bem simples e pode ser jogado por crianças de qualquer idade, mesmo que as menores não consigam acertar com perfeição.

O importante é incentivar, esse é um ótimo estímulo para o desenvolvimento do senso de direção, espaço e de força.

Caso não tenha em casa os pinos e bola de boliche, faça você mesmo o seu e chame as crianças para participar.

Basta pegar seis garrafas , pintá-las e encher com um pouco de areia no fundo, só para criar resistência.

Tarde de videogame:

Hoje as crianças já nascem conectadas e por isso amam brincadeiras tecnológicas, como videogame.

Por isso é legal separar uma tarde para desenvolver competições de videogame, onde todos jogam juntos.

A escolha dos jogos deve ser feita respeitando a faixa etária das crianças e os adultos podem participar também.

Esse tipo de atividade ajuda a desenvolver a agilidade de pensamento da criança e a coordenação motora.

Ainda ajuda a aproximar as crianças dos pais e descobrirem juntos os gostos em comum. SE não tiver videogame vale jogar no computador ou até no celular.

Cozinhar:

Esse momento de férias é ideal para você chamar as crianças para a cozinha para aprenderem mais sobre a alimentação.

Principalmente se seu filho tem resistências na alimentação, participar da produção dos alimentos pode despertar o desejo de experimentar.

Escolha receitas fáceis que eles possam participar dos processos, só não permita o contato com o fogo e com objetos cortantes.

Estimule o conhecimento dos produtos que estão sendo utilizados e o experimentar dos ingredientes.

Todas essas brincadeiras ajudam no desenvolvimento físico e mental da criança, além de trabalhar sua capacidade de concentração.

É importante também por estimular a prática de atividades físicas que fazem bem para a saúde de todas as criança.

Mas o principal é estimular a relação entre pais e filhos que muitas é atrapalhada pela correria da rotina.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This